As mensagens de Natal muitas vezes trazem a imagem cristã de um menino na manjedoura. Entretanto, raríssimas vezes as pessoas se lembram das crianças que habitam seu próprio interior.

Ao criar minha mensagem pessoal, neste Natal de 2018, para divulgá-la através de algumas redes sociais como o Instagram, o Facebook, o Twitter, e no WhatsApp, resolvi homenagear este aspecto de meu ser com o qual me sinto profundamente conectado: minha criança interior.

Ao invés de buscar uma imagem convencional, como é comumente feito, com uma criança na manjedoura, pinheiros decorados com luzes reluzentes, papai noel gordo e trenós “voadores”, optei pela imagem de uma criança ‘pobre’, de cabelos crespos e olhar inocente.

A ‘provocação’ surtiu algum efeito, já que algumas pessoas que nunca se depararam com a informação de que temos uma criança dentro delas, perguntaram a respeito.

Para responder a elas, escolhi uma fala do Osho, que responde a uma pergunta do Sw. Anand Gogo, publicada no livro “The Rebellious Spirit” (O Espírito Rebelde, em tradução livre, não publicado no Brasil), traduzida para o português pelo Sw. Bodhi Champak.

Próxima página (2): O Espírito Rebelde >>>

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

Bosco Carvalho

Autor Bosco Carvalho

Mais postagens de Bosco Carvalho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp Fale comigo no WhatsApp
%d blogueiros gostam disto: