A criança interior, segundo Osho

As mensagens de Natal muitas vezes trazem a imagem cristã de um menino na manjedoura. Entretanto, raríssimas vezes as pessoas se lembram das crianças que habitam seu próprio interior.

Ao criar minha mensagem pessoal, neste Natal de 2018, para divulgá-la através de algumas redes sociais como o Instagram, o Facebook, o Twitter, e no WhatsApp, resolvi homenagear este aspecto de meu ser com o qual me sinto profundamente conectado: minha criança interior.

Ao invés de buscar uma imagem convencional, como a maioria utiliza, com uma criança na manjedoura, pinheiros decorados com luzes reluzentes, papai noel gordo e trenós inexistentes, optei pela imagem de uma criança ‘pobre’, de cabelos crespos e olhar inocente.

A ‘provocação’ surtiu algum efeito, já que algumas pessoas que nunca se depararam com a informação de que temos uma criança dentro delas, perguntaram a este respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.